Soluções confiáveis em vedações e revestimentos industriais
VEDAÇÕES REVESTIMENTOS USINAGEM ENGRENAGENS BUCHAS E MANCAIS METALIZAÇÕES RECUPERAÇÃO PLÁSTICOS
Metalizações em cerâmicas a quente ou a frio aplicadas pelo sistema HVOF, aumentando a resistência e desgaste por corrosão e fricção.
METALIZAÇÕES
Metalizações para recuperação de peças desgastadas ou melhoria da sua superfície.

METÁLICAS

CERÂMICAS

HVOF

Metalização
As primeiras referências do uso de processos de metalização são do inicio deste século, quando o primeiro maçarico oxi-acetilênico foi modificado para aplicação com pós e arames metálicos. Desde então, houve umas evoluções permanentes de equipamentos e materiais de deposição, e hoje muitas aplicações de metalização já são consideradas clássicas e especificadas para usos em diversos segmentos industriais.

O grande número de aplicações possíveis da metalização é função da enorme variedade de materiais que podem ser utilizados no processo.

A metalização pode ser dividida em dois grupos, independentemente do processo de aspersão empregado: Metalização a quente e Metalização a frio.



Processos da Metalização
Os processos da metalização podem ser subdivididos segundo os sistemas de fonte térmica empregados. As temperaturas máximas atingidas pelas diversas fontes de calor empregadas nos processos de metalização, onde se pode verificar que as fontes de Plasma são mais energéticas.

Os desenvolvimentos dos processos e equipamentos de metalização ao longo do tempo visam otimizar energia e velocidade para obtenção de camadas sempre mais densas e com maior aderência o que permite a aplicação de materiais mais sofisticados e complexos, que apresenta a evolução da metalização e dos materiais que podem ser aplicados, ao longo dos últimos 80 anos.



Metalização a quente
A metalização, chamada à quente, envolve uma etapa de aquecimento após a deposição, visando a fusão do depósito sobre o substrato. As principais vantagens da metalização a quente são a integridade estrutural e aderência das camadas. Adicionalmente os depósitos são lisos e uniformes, facilitando sobremaneira o trabalho de usinagem de acabamento, especialmente no caso das camadas de elevada dureza.



Metalização a frio
As camadas depositadas pelos processos de metalização a frio são assim chamadas porque a base raramente chega atingir temperaturas de 250°C durante a aplicação da camada, e não há tratamento térmico posterior a aplicação.



Metalização HVOF
O processo de HVOF, que aplica pós metálicos ou cerâmicos extra finos, baseia-se na conservação de energia cinética das partículas, previamente aquecidas pela passagem pela chama, em calor devido a desaceleração ocasionada pelo impacto contra o substrato.



Metalizações em cerâmicas a frio
Finalidade: recuperação de peças desgastadas e melhoria de sua superfície, aumentando sua resistência ao desgaste por corrosão, fricção, abrasão, etc.
Aplicamos também barreira térmica para proteger peças da corrosão provocada por gases ou metais em alta temperatura, tais como: Coolers em industria de vidro, cadinhos, poços termométricos, turbinas a gás, etc.





 



 
Metalização em cerâmicas
Metalização em cerâmicas para aumento de resistência ao desgaste por corrosão e fricção.

Aplicamos também barreira térmica para proteger peças da corrosão provocada por gases ou metaisem alta temperatura.
Metalização a quente ou a frio
Metalização por asperssão térmica com várias ligas.

Processo de metalização com carbeto de tugstênio em rolos de tração de rebobinadeiras em máquinas de papel.
 
Metalização Metálica
Metalização com carbeto de tugstênio impregnada com cristais do mesmo.

Metalização com carbeto de tugstênio para aplicação em rotores de hidrapuper com aumento significativo de sua vida útil.
 
Metalização em Buchas
Metalização em Buchas.

Processo de metalização que garante uma camada de revestimento de maior compactação, com os menores índices de porosidade e óxidos.
 




Solicite uma visita para que possamos avaliar sua maquina!
CopyRight © 2010 . ITVER DO BRASIL - Todos os direitos reservados. | www.itver.com.br | Incluir aos favoritos | BRASIL
Rua Severa, 53 - Vila Maria Baixa- CEP 02111-000 - Săo Paulo - SP - Tel. (11) 2232-8270
Vedação industrial
Sopradores de fuligem
Equipamentos rotativos
Equipamentos recíprocos
Equipamentos estáticos
Isoladores de mancal
Revestimentos
Anticorrosivos
Nylon / poliamida
Polietileno
Poliuretano
PTFE
PEEK
Poliméricos
Engrenagens
Metálicas
Nylon
Especiais
Recuperação
Engrenagens de papel
Buchas e mancais
Rotores
União rotativa